Rehamov logo 56k.png

A Rehamov nasceu para melhorar a recuperação dos pacientes e o trabalho dos fisioterapeutas.

O Problema da Reabilitação nos Hospitais

O Problema 2.png

Entendendo o Problema

 

Os equipamentos de reabilitação não são padronizados, fazendo com que o fisioterapeuta tenha dificuldade para reabilitar as diversas condições clínicas dos pacientes.

 

Ainda, a quantidade de equipamentos (geralmente caros!) é pequena comparada a um grande número de pacientes a ser atendido, fazendo com que estes pacientes muitas vezes usem equipamentos que não atendem a sua condição clínica ou, por vezes, sequer usem equipamentos. Somada à falta de padronização, a quantidade insuficiente de equipamentos leva à imprecisão na prescrição e na realização do tratamento não-farmacológico dos pacientes.

 

Além disso, estes equipamentos ficam guardados em locais distantes, fazendo com que o fisioterapeuta gaste tempo se deslocando para buscá-los e, várias vezes, aguardando sua higienização. Isso compromete a programação dos atendimentos, sem falar na coordenação do atendimento com o de outros profissionais.

 

Para enfrentar esta situação e buscando uma reabilitação de qualidade, muitos hospitais constroem mini-centros de reabilitação, seja na UTI ou em um determinado andar da unidade de internação. Ocorre, porém, que o uso destes centros causa o desgaste funcional do paciente (o qual precisará se deslocar até o centro) e consome tempo do fisioterapeuta – que reduz o tempo de atendimento dos demais pacientes, comprometendo a qualidade e o tempo de reabilitação.

 

Outro problema não menos importante é a movimentação do fisioterapeuta, pacientes e equipamentos pelo hospital, que aumenta o risco de contaminação cruzada. Ainda mais se a higienização das pessoas e equipamentos não for perfeitamente realizada.

 

A Solução

A Solução.png

 

O CONCEITO INOVADOR

 

Levar o Centro de Reabilitação para o Quarto do Paciente

 

COMO REALIZAR

 

Integrar Equipamentos de Reabilitação aos Móveis Hospitalares